segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Pais e Filhos


É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã
Por que se você parar, pra pensar.
Na verdade não há

Sou uma gota d'água
Sou um grão de areia
Você me diz que seus pais não lhe entendem
Mas você não entende seus pais
Você culpa seus pais por tudo
E isso é absurdo
São crianças como você
O que você vai ser
Quando você crescer?


Renato Russo (Pais e Filhos)

Um comentário:

  1. Oi, Sílvia!
    Resolvi devolver a visita antes de começar a esvaziar a caixa, que ficou parada quase uma semana. Faça idéia.
    Comecei bem, porque essa é uma das letras do Russo que eu gosto demais, não pela urgência de sentimentos a que ele nos remete, mas pela simplicidade da mensagem.
    Beijão e voltaremos a nos encontrar, com certeza!

    ResponderExcluir

Adoro saber tua opinião!
Obrigada por participar.